Notícias

02 AGO
[Solenidade de Nossa Senhora da Assunção marca retorno das celebrações presenciais em Maceió]

Solenidade de Nossa Senhora da Assunção marca retorno das celebrações presenciais em Maceió

O retorno acontece também no início da festa de Nossa Senhora dos Prazeres, padroeira da Arquidiocese
 

A Arquidiocese de Maceió definiu para o dia 15 de agosto o retorno das celebrações presenciais, após estudos realizados por uma comissão formada por médicos, padres e religiosos. A informação foi repassada pelo Arcebispo Metropolitano de Maceió, Dom Antônio Muniz Fernandes, O.Carm., durante transmissão da missa direto da residência episcopal na sexta-feira (31).

“A pandemia causada pelo novo coronavírus, nos ensinou em meio a tantas aflições, novas direções para construir um mundo melhor e semear esperança. Nos diz para ter uma atitude inclusiva juntos aos necessitados e aos sofrimentos das pessoas em suas mais variadas situações locais. De um modo muito pessoal, abrir as portas da igrejas é fácil, contudo é preciso aprender um novo estilo de vida e combater assim, o vírus do egoísmo e dos interesses privados; e para isso, a Igreja se faz presente como mãe, mestra e educadora”, dirigiu-se ao povo.

“Se todos os seguimentos contribuírem, nós venceremos todas as pandemias que aconteçam”, e reforçou que o protocolo segue as orientações das autoridades públicas em saúde.

O retorno das missas acontece na Solenidade De Nossa Senhora da Assunção e no início da festa de Nossa Senhora dos Prazeres, padroeira da Arquidiocese.
“Que Deus nos dê força e sabedoria, a mim como pastor; e aos padres e administradores paroquiais, que servem em missão na nossa Igreja Arquidiocesana. Cumpra-se com obediência e boa vontade tudo aquilo que está promulgado e decretado. Que Deus nos abençoe e Nossa Senhora dos Prazeres anime com suas alegrias, a nossa esperança. Amém.”, concluiu o Arcebispo.
 

Da Redação
(Com Arquidiocese de Maceió)
Foto: Reprodução | Arquidiocese de BH