Notícias

30 MAR
[Sacerdote mexicano é encontrado morto com sinais de violência]

Sacerdote mexicano é encontrado morto com sinais de violência

A Igreja local lamenta a morte violenta do sacerdote, bem como a morte de tantas pessoas que também tiveram que sofrer as consequências da violência que tomou conta da região

Redação Fé Católica
[email protected] 

O sacerdote mexicano Gumersindo Cortés González foi encontrado morto, com sinais de violência em seu corpo. Ele estava desaparecido desde sábado, 27 de março. No dia seguinte, o Ministério Público Estadual de Guanajuato confirmou a descoberta de seu corpo próximo ao carro que dirigia, no município de Dolores Hidalgo.

Segundo a polícia, o corpo apresentava sinais de violência e perfurações provocadas por arma de fogo. A Polícia local realiza investigações para determinar a dinâmica dos fatos, bem como descobrir os responsáveis.

Em uma breve nota enviada à Agência Fides, a Diocese de Celaya informa que o sacerdote diocesano nasceu em 13 de janeiro de 1957, tendo sido ordenado em Celaya, Guanajuato, há 38 anos, em 9 de março de 1983.

Por muitos anos foi diretor da Casa de retiros de Atotonilco e depois pároco de Assunção, Distrito de Zapote, em Celaya. Atualmente era pároco da Paróquia Cristo Rei, em Dolores Hidalgo, Guanajuato.

O porta-voz da Diocese de Celaya, padre Jesús Palacios Torres, declarou à imprensa local que o assassinato é o primeiro de um padre na diocese em mais de 25 anos, acrescentando que a Igreja lamenta a morte violenta do sacerdote, bem como a morte de tantos homens, mulheres, donas de casa, comerciantes, estudantes e profissionais que também tiveram que sofrer as consequências da violência que tomou conta da região.

A violência no México, a bem da verdade, aumentou em quase todo o território, não só como resultado da luta entre gangues pelo controle do narcotráfico, mas também por furtos, sequestros e violência que afetam cada vez mais famílias com uma condição econômica média.

Com Vatican News e Agência Fides
Foto: Pexels