Notícias

14 OUT
[Papa Francisco afirma em Reunião do Conselho de Cardeais:

Papa Francisco afirma em Reunião do Conselho de Cardeais: "a reforma já é efetiva"

O Pontífice ressaltou que as mudanças já são efetivas “inclusive sob alguns aspectos administrativos e econômicos”
 

Redação Fé Católica
[email protected]

Juntos novamente, embora à distância, oito meses mais tarde para recapitular o trabalho realizado sobre a nova Constituição Apostólica. Foi o que aconteceu na tarde desta terça-feira (13/10), a partir das 16h, quando o Papa e os seis membros do Conselho de Cardeais se reuniram online, por causa da pandemia, para discutir alguns aspectos do novo texto destinado a substituir a Pastor Bonus.

“Durante os meses de verão – afirma um comunicado da Sala de Imprensa da Santa Sé – o Conselho teve a oportunidade de trabalhar via internet sobre o texto da nova Constituição Apostólica, cujo esboço atualizado foi apresentado ao Santo Padre. De acordo com a prática habitual, os Dicastérios competentes estão agora fazendo a leitura do texto.”

Em particular, precisa a nota, a reunião desta terça-feira “tinha sido convocada para resumir o trabalho realizado e estudar como apoiar a implementação da nova Constituição, uma vez promulgada”.

O Papa Francisco, observa a Sala de Imprensa vaticana, interveio em conexão da Casa Santa Marta, no Vaticano, e ressaltou que “a reforma já está em andamento, inclusive em alguns aspectos administrativos e econômicos”.

Na reunião estiveram em conexão os cardeais Óscar Andrés Rodríguez Maradiaga, S.D.B., Reinhard Marx, Sean Patrick O'Malley, O.F.M. Cap., Oswald Gracias; do Vaticano se conectaram o cardeal secretário de Estado, Pietro Parolin e o cardeal Giuseppe Bertello, bem como o secretário do Conselho, dom Marcello Semeraro, e o secretário adjunto, dom Marco Mellino.

A próxima reunião, conclui a nota, “está marcada para o mês de dezembro e se realizará sempre via internet, devido à situação de saúde, de acordo com o plano já estabelecido”.

Com informações do Vatican News
Foto: Reprodução | Vatican News / Arquivo