Notícias

16 ABR
[“Mães que oram pelos filhos” celebram na Canção Nova 10 anos do Movimento]

“Mães que oram pelos filhos” celebram na Canção Nova 10 anos do Movimento

VII Encontro Nacional terá a participação do novo bispo de Lorena (SP), Dom Wladimir Lopes e do bispo de Uruguaiana (RS), Dom José Mário Scalon

Redação Fé Católica
[email protected]

A Canção Nova recebe neste fim de semana, 16 a 18 de abril, em Cachoeira Paulista (SP), o VII Encontro Nacional “Mães que oram pelos filhos”. Nesta edição, o Movimento celebra 10 anos do nascimento do carisma e trabalhará o tema: “Fica Conosco Senhor, Teu amor nos sustenta” (Lc 24,29).

“Neste ano, especial para o Movimento e que as mães também estão cansadas e sofridas por conta da pandemia, queremos buscar força na Eucaristia e, como os discípulos de Emaús, dizer: Fica Conosco Senhor!”, conta a coordenadora do Movimento, Ângela Abdo.

O Encontro terá a presença dos bispos da Diocese de Uruguaiana (RS), Dom José Mário Scalon, e da Diocese de Lorena (SP), Dom Joaquim Wladimir Lopes Dias, que preside a missa de abertura, na sexta-feira (16), às 20h, no Santuário do Pai das Misericórdias. 

Participam do Acampamento “Mães que Oram pelos Filhos” os missionários da Canção Nova: padre Wagner Ferreira, padre Adriano Zandoná, o diácono Nelsinho Corrêa, e a cantora Salette Ferreira.

No sábado (17), às 16h30, Dom Wladimir Lopes preside a missa no Santuário do Pai das Misericórdias e, às 21h, tem show com as cantoras católicas Adriana Arydes e Eliana Ribeiro, no Rincão do Meu Senhor.

O encontro encerra no domingo (18) com missa presidida por Dom José Mário Scalon, às 15h, também no Santuário do Pai das Misericórdias. 

Devido às medidas restritivas para o combate à pandemia, todo o evento será transmitido pelo Sistema Canção Nova e pelas redes sociais, além das emissoras TV Evangelizar, TV Pai Eterno e TV Horizonte, que transmitirão momentos da programação.

Movimento “Mães que oram pelos filhos”
O Movimento teve início em 2011, em Vitória (ES), e tem como objetivo orientar, formar e direcionar a criação e o funcionamento de outros grupos de mães que querem orar pelos filhos. Ao longo do tempo, o Movimento avançou pelas mídias sociais e alcançou milhares de pessoas, não somente com obras espirituais, mas com ajuda nas necessidades materiais da Igreja e de instituições.


Foto: Pexels