Notícias

26 MAI
[Inscrições abertas para a 27ª FEICOOP; evento está previsto para novembro]

Inscrições abertas para a 27ª FEICOOP; evento está previsto para novembro


Anualmente, cerca de mil expositores comercializam na Feira em torno de 10 mil produtos, entre agroindústria familiar, artesanato, alimentação, hortifrutigranjeiros, plantas ornamentais, serviços e produtos de povos indígenas.


O Projeto Esperança/Cooesperança abriu as inscrições para a 27ª edição da Feira Internacional do Cooperativismo (Feicoop). Devido à pandemia de Covid-19, o evento que seria realizado em julho foi remarcado e está prevista para  ocorrer entre os dias 12 e 15 de novembro, no Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, em Santa Maria-RS.

A inscrição (expositores, caravanas, artistas, voluntários, entre outros) deve ser feita a partir do site www.esperancacooesperanca.org.br, onde estão disponíveis as fichas para preenchimento. Os documentos deverão ser encaminhados para o e-mail ([email protected]) até o dia 15 de setembro.

A coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança, irmã Lourdes Dill, divulgou uma carta sobre a 27ª Feicoop, no qual destaca que a possibilidade de ocorrer uma nova alteração na data do evento, uma vez que ainda há dúvidas sobre a situação da pandemia de Covid-19 em novembro e as datas das eleições municiais e do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

"São três situações indefinidas e no futuro vamos ver como cada uma dessas situações se desencadeia para realizarmos a 27ª Feicoop. Vamos dialogando sobre as possibilidades", afirma irmã Lourdes.

A Feira

A Feicoop é uma grande escola de organização, formação de convivência, do voluntariado e dos Movimentos Sociais e Economia Solidária. São 27 anos de construção coletiva e interativa. É um braço do Fórum Social Mundial, que constrói um “Outro Mundo Possível” e uma “Outra Economia que já Acontece!”.

Durante a Feicoop ocorrem práticas do comércio justo e consumo ético e solidário, trocas solidárias com moeda social e atividades de formação e interação com debates sobre organização social, educação alimentar, sustentabilidade, reforma agrária, cooperativismo, agroecologia, entre outros. 

Anualmente, cerca de mil expositores comercializam na Feira em torno de 10 mil produtos, entre agroindústria familiar, artesanato, alimentação, hortifrutigranjeiros, plantas ornamentais, serviços e produtos de povos indígenas.

A Feicoop é organizada pelo Projeto Esperança/Cooesperança e Banco da Esperança, braços da Arquidiocese de Santa Maria; Cáritas Brasileira e Cáritas Regional Rio Grande do Sul; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); e Prefeitura Municipal de Santa Maria; com apoio de diversas entidades e instituições.
 

Da Redação
(Com informações da Cáritas Brasileira)
Foto: Reprodução / Cáritas Brasileira