Notícias

14 OUT
[Governo decreta estado de calamidade e limita eventos de

Governo decreta estado de calamidade e limita eventos de "natureza familiar" em Portugal

O executivo aprovou oito novas medidas e restrições para conter a pandemia de Covid-19 no país


Redação Fé Católica
[email protected]

O Governo português decidiu nesta quarta-feira (14) elevar o nível de alerta para o estado de calamidade, em todo o território nacional, anunciou o primeiro-ministro António Costa.

O executivo aprovou oito novas medidas e restrições para conter a pandemia de Covid-19, entre as quais a limitação de eventos de natureza familiar, como casamentos e batismos, a “um máximo de 50 participantes”, com normas de distanciamento físico e de proteção individual, como o uso de máscara

António Costa aludiu ao “agravamento progressivo e consistente” da pandemia, falando numa evolução “grave” da situação.

A partir da meia-noite, ficam proibidos ajuntamentos na via pública de mais de cinco pessoas.

Esta manhã, o Papa convidou os peregrinos de vários países, reunidos no Vaticano, a cumprir as orientações das autoridades para travar a pandemia de Covid-19.

Já esta terça-feira, a Conferência Episcopal Portuguesa divulgou uma nota sobre a próxima comemoração dos Fiéis Defuntos (2 de novembro), pedindo às autoridades que evitem o encerramento de cemitérios, em dias “intensamente sentidos pela piedade dos fiéis católicos”.

No dia 8 de maio, a Igreja Católica em Portugal publicou oito dezenas de orientações para a celebração do culto público católico no contexto da pandemia covid-19, com normas para higienizar os espaços e as pessoas e celebrar os vários sacramentos sem o contacto físico.
 

Com informações da Agência Ecclesia
Foto: Pexels