Notícias

16 SET
[Fieis celebram a padroeira da Diocese de Cruz das Almas: Nossa Senhora do Bom Sucesso]

Fieis celebram a padroeira da Diocese de Cruz das Almas: Nossa Senhora do Bom Sucesso

Celebração Eucarística aconteceu na catedral diocesana com a presidência de  Dom Antonio Tourinho


Redação Fé Católica
[email protected]


Nesta terça-feira, 15 de setembro, aconteceu o encerramento da Festa  de Nossa Senhora do Bom Sucesso, Padroeira da Diocese de Cruz das Almas. A Missa festiva foi presidida por Dom Antonio Tourinho Neto, na Catedral Diocesana, concelebrada pelo Cura da Catedral, Pe. Josevaldo Carvalho, pelo Vigário Geral, Pe. Antonio Rebouças, e pelo Padre André Soeira. Contou com presença dos diáconos Dicarlos, Hélio, Sidney e Washington, além de seminaristas da Diocese. 


Em razão das medidas restritivas provocadas pela pandemia, a assembleia litúrgica foi formada exclusivamente por representantes das pastorais, movimentos, associações e equipe de eventos da Paróquia Nossa Senhora do Bom Sucesso, além de autoridades municipais. Os demais fiéis acompanharam a transmissão pelas redes sociais e pela Rádio Excelsior Recôncavo. 


Na homilia, Dom Antonio Tourinho refletiu sobre a cruz, sinal de salvação da humanidade. “A cruz, sinal do maior entre os suplícios, é para o cristão a árvore da vida, sucesso de Deus!  Eis o escândalo de um anúncio que o mundo nunca entendeu e nunca vai entender: A Cruz é sucesso de Deus! O Filho por sua obediência até a morte, e morte de cruz, garantiu o Bom Sucesso projetado por Deus Pai já na eternidade”, disse.


Ao explicar sobre o título de Nossa Senhora do Bom Sucesso, Dom Antonio Tourinho ressaltou a presença de Nossa Senhora no projeto de salvação da humanidade e, especialmente, sua presença diante da cruz. “Nossa Senhora, que esteve no percurso da sua vida associada em tudo a seu Filho, lá se encontrava, diante da concretização do projeto divino aos pés da cruz e, quando o Filho tinha o peito transpassado pela lança do soldado, a virgem mãe tinha sua alma ferida pela espada da dor. Ela cooperou em tudo com Deus Pai, por isso é venerada como a Mãe do Bom Sucesso, principalmente por nós dessa terra”, afirmou.


O Bispo Diocesano ressaltou ainda a responsabilidade dos fiéis da Diocese em ter como Padroeira Nossa Senhora do Bom Sucesso: “Veja que título nós recebemos, nenhum cristão católico pode ignorar esse título: nós somos o povo do Bom Sucesso. No Estado da Bahia não há outro povo que tenha esse título de Maria como sua Padroeira. Que tenhamos consciência, orgulho desse título. Precisamos ter mais ainda consciência da dimensão da Cruz. Não há Bom Sucesso sem Cruz. E a Cruz de Cristo nos aponta para o Bom Sucesso. Então, é por isso que ela é venerada como Nossa Senhora do Bom Sucesso, pois Jesus Cristo, nossa salvação, é o Bom Sucesso”. 


Ao final da homilia, Dom Antonio Tourinho fez uma solicitação às autoridades: “Senhor Prefeito, nossa cidade se chama Cruz das Almas, eu faço um apelo ao senhor, que junto com o Pároco da Catedral, ergamos um belo cruzeiro na praça principal dessa cidade. Que a Cruz seja o sinal dos cruzalmenses, pois a Cruz é o Bom Sucesso da nossa vida”, finalizou. 

 Após a Celebração Eucarística foi realizada uma carreata pelas ruas de Cruz das Almas. Centenas de fiéis de carros, motos, cavalos e bicicletas acompanharam a imagem da Padroeira e do Senhor do Bonfim, da Paróquia São Pedro do Monte, Muritiba. Durante todo o trajeto, os cruzalmenses manifestaram toda sua fé e amor à Nossa Senhora. 

O encerramento da festa aconteceu durante a noite com um Louvor Mariano, animado pelo Diácono Dicarlos Monteiro, Deka dos Teclados e Jefinho Dias, seguido da bênção do Santíssimo Sacramento. 

Com informações da Diocese de Cruz das Almas
Foto: Diocese de Cruz das Almas