Notícias

14 SET
[Cristão celebram hoje (14) a Festa da Exaltação da Santa Cruz ]

Cristão celebram hoje (14) a Festa da Exaltação da Santa Cruz

De acordo com historiadores, esta festa teve origem no ano 335, durante o império de Constantino

 

Luanne Ribeiro*
[email protected]

"Mas ele foi castigado por nossos crimes, e esmagado por nossas iniquidades; o castigo que nos salva pesou sobre ele; fomos curados graças às suas chagas.", fundamentada nesta afirmação do profeta Isaías (Is 53, 5), a Igreja Católica faz memória nesta terça-feira (14/09), à festa da Exaltação da Santa Cruz, uma celebração que tem como finalidade levar aos cristãos a reflexão da importância da crucificação de Cristo para a salvação do povo eleito.

Neste contexto, o pároco da Paróquia Santa Cruz 一 pertencente à Arquidiocese de Salvador (BA) e localizada no Engenho Velho da Federação 一, padre Lázaro Muniz, destaca que esta celebração litúrgica nos convida a olhar para um dos mistérios de nossa redenção. “A festa é antes de tudo um convite a cada um de nós a olhar para o mistério do amor Redentor. Deus ofereceu seu filho por nós para nossa salvação.”, afirmou.

O padre Lázaro, também, frisou que através de Jesus, a cruz se tornou a representação imagética de nossa esperança.

A cruz que era sinal de maldição e castigo. Em Cristo, virou sinal de salvação, por isso a Igreja diz que ela é a salvação dos perigos e a verdadeira esperança.”

 

De acordo com historiadores, a festa da Exaltação da Santa Cruz teve origem no ano 335, durante o império de Constantino e é marcada pelo momento da edificação das Basílicas sobre o Gólgota e o sepulcro de Cristo ressuscitado. Antes relatos também destacam que na data em que é celebrada esta memória, no ano de 630, aconteceu o translado das relíquias da verdadeira cruz de Jesus para Jerusalém.

Personagens das Sagradas Escrituras, como São Paulo Apóstolo, expressavam através de seus escritos a importância da Cruz de Cristo para os Cristão. “Pois a mensagem da cruz é loucura para os que estão perecendo, mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus.” (1Cor 1,18).

Diante do exposto, padre Lázaro lembra que a festa comemorada hoje deve ser um sinal de comprometimento com Cristo. “A cruz para nós é mais que um símbolo, é o grande sinal de Redenção e deve ser vivenciado por cada cristãos como um comprometimento. O próprio Jesus diz que quem quiser me seguir, tome sua cruz e me siga (Lc 9,23).”, ressaltou.

 

Uma Igreja que nasceu da Cruz de Cristo

Religiosos relatam que a Igreja foi fecundada no momento em que Jesus aceitou foi crucificado e teve seu nascimento no episódio em que Ele, cinquenta dias após sua ressurreição, deposita sobre seus discípulos o Espírito Santo, enviando-os para evangelizar.

Nisto, padre Lázaro evidenciou: “De fato, nós compreendemos que a Igreja é fincada na terra quando a cruz de Cristo é elevada. Ali estão as raízes. A Igreja é o desejo do coração do Pai fincada no mundo pela cruz de Jesus e apresentada ao mundo como canal da graça, sinal evangelizador e testemunha de Cristo no Pentecostes”.

O pároco da Paróquia Santa Cruz, ao longo da entrevista com o Fé Católica News, citou Santo André de Creta “A glória e a exaltação de Cristo é a Cruz”, a fim de pontuar um dos grandes significados desta festa.

Se a vida não tivesse sido cravada na cruz não brotaria do lado aberto de Jesus as fontes da imortalidade 一 o sangue e água que lavam o mundo 一”.

Padre Lázaro conclui que todo cristão deve celebrar esta data com fidelidade de coração. “Por isso, todos nós somos chamados a buscar cada vez mais a vivência da cruz, afinal, nela está a salvação [...] De coração celebremos a cruz de nosso Senhor para viver com Ele a graça da salvação.”, finalizou.