Notícias

31 MAR
[23 dioceses oferecem instalações a necessitados e ao setor de saúde]

23 dioceses oferecem instalações a necessitados e ao setor de saúde


As dioceses da Itália continuam comprometidas para enfrentar a emergência de coronavírus COVID-19 disponibilizando suas instalações para médicos e/ou enfermeiros, pessoas em quarentena ou pessoas sem-teto.
 

Sob a iniciativa da Conferência Episcopal Italiana (CEI), até o momento, existem 23 dioceses (em 11 regiões eclesiásticas) que ofereceram mais de 500 vagas para o Dipartimento della Protezione Civile (Departamento de Defesa Civil) e ao Servizio Sanitario Nazionale (SSN ou Serviço Nacional de Saúde).

A CEI informou que as dioceses que disponibilizaram seus locais foram: Tivoli e Palestrina, Altamura-Gravina-Acquaviva delle Fonti, Locri-Gerace, Catanzaro-Squillace, Alba, Savona-Noli, Aversa, Albenga-Imperia, Ugento-Santa Maria di Leuca, Rossano-Cariati, Messina, Gênova, Concordia-Pordenone, Mondovì, Siena e Perugia.

A estas devem ser acrescentadas 18 dioceses (em 8 regiões eclesiásticas), incluindo Città di Castello, Ferrara-Comacchio e Gaeta, que usaram mais de 25 estruturas, com mais de 300 espaços, para receber pessoas em quarentena e/ou que receberam alta dos hospitais.

Finalmente, 21 dioceses (em 10 regiões eclesiásticas) – Cerignola-Ascoli Satriano, Matera-Irsina, Turim, Pesaro, Macerata-Tolentino-Recanati-Cingoli-Treia, Senigallia, Jesi, Fermo, Aversa, Rossano-Cariati, Roma, Molfetta-Ruvo -Giovanizzo-Terlizzi – comunicaram ter disponibilizado quase 300 locais para a recepção adicional de pessoas em situação de rua, além da hospitalidade residencial ordinária que leva em conta as medidas de segurança indicadas pelos decretos do governo.

Algumas dioceses estão prestando atenção especial à população carcerária, principalmente àquelas que se encontram sem alternativas.

Enquanto isso, a Cáritas Italiana lançou a campanha de arrecadação de fundos “Emergenza coronavirus: La concretezza della Caritá”, que durará aproximadamente um mês.

"Nossos esforços são respaldados pelas palavras do Santo Padre no momento extraordinário de oração presidido nesta sexta-feira no átrio da Basílica de São Pedro", disse Dom Stefano Russo, Secretário-Geral da CEI, lembrando todas as pessoas que "exercitam a paciência e infundem esperança, tendo a peito não semear pânico, mas corresponsabilidade".
 

*Com informações da ACI Digital
Foto: Conferência Episcopal Italiana