Facebook Instagram WhatsApp Twitter

Fé Católica - Sempre Presente

Colunas



COMEÇAR DE NOVO

03/01/2018 às 09:01.

A vida de cada um nunca é uma obra perfeita. Desde os primeiros dias, acumulamos um cabedal de conhecimentos, a partir de experiências feitas certas ou erradas. Algumas atitudes são facilmente corrigidas, mas nem todas. Por vezes jogamos a solução para mais adiante, para um amanhã que não chega nunca.


 


ERA A ÚLTIMA prova do ano. Quase todos precisavam mais alguns pontos para obter a aprovação. Faltavam apenas 20 minutos para o término da prova e um aluno foi falar com o professor. Ele gostaria de receber uma nova folha e recomeçar a prova, pois o trabalho estava péssimo. Não seria possível uma nova folha, pois todas estavam identificadas, observou o professor, mas sugeriu uma alternativa: escrever no verso da folha. Aceita a proposta, o aluno colocou uma grande cruz sobre o péssimo trabalho feito, mostrando que estava anulado. Depois recomeçou a prova no verso da folha. Na hora certa entregou o trabalho e, para surpresa do professor, recebeu uma das maiores notas.


 


NOSSA VIDA é o resultado das decisões assumidas, certas ou erradas. A felicidade é o resultado das decisões certas. E não adianta culpar os outros. Nós mesmos somos os responsáveis pelas decisões. É pouco inteligente culpar os pais, os professores, os colegas, a esposa, o marido, o sócio... Não podemos voltar no tempo, mas podemos começar de novo. Nós somos o resultado de nossas escolhas. Não das escolhas feitas no passado, mas das escolhas que fazemos agora.


 


ESTAMOS iniciando o ano de 2018. Comecemos de novo, dizia São Francisco aos seus frades, porque até agora pouco fizemos. Nunca é tarde para recomeçar. Nas páginas do Evangelho encontramos a certeza de que sempre é possível recomeçar: o surdo recupera a audição, o mudo começa a falar, o paralítico anda, o morto volta à vida, à mulher adúltera é devolvida a dignidade. Ela cancelou o passado complicado e escreveu no verso da folha um poema de santidade.


 


ESPERANÇA é a palavra de ordem no Ano Novo. Esperança é aquela bela e sublime virtude que projeta nossa vida sempre para frente. A esperança é a mola mestra de todas as nossas atividades. O operário trabalha, incansavelmente, tendo em vista a esperança do salário. O agricultor trabalha de sol a sol com a esperança de fazer boa colheita. O doente toma medicamentos com a esperança de sua recuperação. O jovem estuda muitos anos com esperança de um bom emprego. Nós cristãos, lutamos, enfrentamos dificuldades no cumprimento do dever, com a esperança de ganhar um dia a recompensa do céu.


 


Dom Itamar Vian


Arcebispo Emérito


di.vianfs@ig.com.br


 





Dom Itamar Vian Dom Itamar Vian