Facebook Instagram WhatsApp Twitter

Fé Católica - Sempre Presente

Nossos Parceiros

Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros
Parceiros

Colunas



PARAR A AIDS

27/11/2017 às 12:11.

Em primeiro de dezembro celebra-se o Dia Mundial de Luta contra a AIDS. Mais de 18 milhões de pessoas estão recebendo tratamento para Aids. É 1,2 milhão a mais do que no final do ano passado, informou o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre  HIV/Aids (Unaids).


“MAIS DE 10 MIL pessoas no mundo se infectam, por dia, com o vírus da imunodeficiência humana”, o HIV, declarou o secretário geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Kofi Annan. Por isso, em vez de ser tomada apenas como uma questão médica, a doença passa a ser vista, também, em sua dimensão política, econômica e de direitos humanos.


 


A AIDS está duramente presente em Feira de Santana, em nosso País e no mundo todo. Por isso, cada um de nós é responsável pelo combate à sua disseminação. Informação clara e honesta sobre os aspectos desta enfermidade e, especialmente, sobre as formas de aquisição do vírus e sobre a prevenção deve ser dada nas famílias, escolas e meios de comunicação social, de uma maneira especial, aos jovens.


 


MESMO com os grandes avanços da medicina no tratamento aos soropositivos, o número de óbitos em decorrência da Aids continua assustador, chegando a nove mil mortes diárias, a maioria ocorrida em países menos desenvolvidos. Nesse ritmo, estima-se que, em 2020, somente no continente africano – onde a epidemia se alastra com mais velocidade -, 40 milhões de crianças estarão órfãs por causa da doença.


 


NO “DIA MUNDIAL de luta Contra a Aids”, as pessoas de boa vontade são convocadas  a organizar caminhadas, palestras, oficinas, apresentações artísticas, celebrações, programas de rádio e televisão, distribuição de material informativo, promover reuniões e debates, além de aliar-se as igrejas, as comunidades e pastorais comprometidas em parar a Aids.


 


DEIXO uma palavra de solidariedade e esperança aos portadores do HIV e a seus familiares. Não se deixem abater pela provação! A vida vence a morte. Cada dia de resistência e de combate pela vida deve ser vivido com alegria e gratidão. Os medicamentos que a ciência vai aperfeiçoando são uma parte do tratamento, a outra, depende de cada um, da vontade de viver e de ser feliz, na busca da cura e da harmonia com Deus e com as pessoas.


 


+ Itamar Vian


Arcebispo Emérito


di.vianfs@ig.com.br





Dom Itamar Vian Dom Itamar Vian